Melhores métodos para deixar de fumar

1
606
Média 5 - Total: 1

Para quem já tentou parar de fumar, sabe que largar este vício não é nada fácil. Em contrapartida os dados do Ministério da Saúde mostram que existe sim uma luz no final do túnel, pois no Brasil de 2006 para cá diminuiu consideravelmente o número de fumantes.
São vários os métodos utilizados para deixar de fumar, desde a utilização de produtos a base de nicotina, até o que chamamos de terapias de reposição.


De acordo com especialistas um tratamento efetivo precisa abordar três aspectos, o físico, o psicológico e o comportamental. Apenas uma avaliação médica feita de forma criteriosa é capaz e indicar os melhores tratamentos para cada paciente.

Veja a seguir alguns dos melhores métodos para deixar de fumar de acordo com especialistas no assunto.

Os chicletes de nicotina

Os chicletes de nicotina precisam ser utilizados quando o paciente tiver com sintomas de abstinência ou mesmo de vontade intensa de fumar. Estes ao serem mastigados liberam gradualmente nicotina.

Estes chicletes porém são contraindicados para pacientes que possuem distúrbios da articulação mandibular, má dentição ou ainda gengivite e gestantes.

Os efeitos colaterais incluem náuseas, dores abdominais, cefaleia, excesso de salivação e irritação da mucosa oral e da faringe.

Os adesivos de nicotina

Os adesivos de nicotina devem ser usados de forma constante, e trocados a cada 24 horas, sem interferir nas atividades do usuário.


A utilização dos adesivos de reposição deve ser feita durante 45 a 90 dias e a dosagem depende de quantos cigarros o usuário fumava anteriormente por dia. Entre os efeitos colaterais podemos citar a irritação da pele, insônia e pesadelos.

Caso isto ocorra a indicação é retirar o adesivo antes de dormir.

Bupropiona

Esta medicação originalmente é um antidepressivo, e foi aprovada pelo Foodand Drug Administration (FDA) para tratar o tabagismo. Seis efeitos agem contra a depressão, onde os participantes da medicação diminuem gradativamente a sua vontade de fumar.

Este medicamento precisa ser usado com outras terapias de reposição, como os chicletes de nicotina, mas independente de serem ministrados individualmente ou não pedem por um acompanhamento médico.

Grupos de Apoio

Os grupos de apoio para quem deseja parar de fumar ainda são visto de forma preconceituosa por muitos, no entanto, pode ser uma ótima terapia alternativa.

Estar em um grupo de pessoas que está no mesmo objetivo que você, poder dividir seus medos, seus motivos e até mesmo os sintomas de sua abstinência pode ser a chave certa para que você consiga se livrar de uma vez por todas dos malefícios do cigarro.

Alimentação

Quando se está no estágio de parar de fumar, acaba-se descontando na alimentação. Isso porque o organismo tenta substituir a falta da toxina por outro produto.

É bem comum que alimentos mais gordurosos sejam ingeridos como frituras, chocolates, salgadinhos, bolachas e etc.

Até mesmo virando uma espécie de compulsão, pois se troca o ato de fumar por comer. Tente controlar isso o mais rápido possível, senão o ganho de peso será enorme.

Dica final

Independente do método que você utilizar para deixar de fumar, procure por em prática e se esforçar.

A consistência é a chave para ser bem sucedido em qualquer meta da sua vida.

Se você gostou desse artigo, não deixe de comentar abaixo e compartilhar essa notícia com seus amigos!


Leia também:  5 dicas para deixar de fumar de vez

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta