Depoimentos

Está página é destinada a quem deseja compartilhar sua história como fumante, ou ex-fumante.

Quer dar seu depoimento e ajudar quem quer vencer o vício da nicotinar?

O fumante é tratado como cidadão de segunda classe, mas apoio real, que é bom, nenhuma legislação oferece.

 Nossa equipe acredita que compartilhar as dificuldades e vitórias podem ajudar bastante os que estão querendo abandonar os cigarros.

 ATENÇÃO: Se não quiser que seu nome apareça, escolha a opção “Anônimo“.

Favor restringir seu depoimento a não mais do que 800 caracteres.

Qualquer dúvida entre em contato com a gente através deste link.


Seu nome: (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu depoimento:


Depoimentos mais recentes:

Anônimo – 18/01/2016

Tenho 50 anos e fumo desde os 15 cerca de 40 cigarros por dia, quando bebo nos finais de semana, são oitenta cigarros em média por dia… Durante este período parei algumas vezes, cheguei a passar quase três anos sem fumar, parava e voltava quando queria. Ultimamente as coisas mudaram, tive que recorrer a farmacologia, fiz o tratamento com o champix, parei mas, só consegui passar 4 meses sem fumar, voltei novamente. Como sentia muita falta de ar, procurei o médico que me examinou e solicitou alguns exames, logo após essa avaliação médica que não detectou nada de grave, resolvi deixar sem ajuda de medicamentos. Estou há 232 dias sem fumar, não é fácil, mas consciente do mal que o cigarro me causou, não volto mais e, se eu estou conseguindo, qualquer pessoa consegue também, é só querer.


John – 16/01/2016

To com o coração acelerado isso me deixa muito nervoso e me atrapalha até pra dormir. Bebo água gelada e ele vai se acalmando, só durmo umas 3 a 4 horas por noite, já to até com olheiras… aff!! Tem mais de 30 dias que deixei de fumar, fumei uns 40 anos, eu adorava fumar!!
Hoje não quero nem ver cigarro, senão fosse ele eu não passava pelo que estou passando. Ah, quando estou nervoso bebo chá de erva cidreira, camomila, e outros e algum calmante fitoterápico e assim vou lutando contra essa praga!!
Que deus nos ajude!!


FRRGO – 15/01/2016

Tá difícil, mas a vontade de parar é maior do que a de fumar, muito estranho é o sono que esta me dando isso e normal 38 dias sem fumar.


Anônimo – 08/01/2016

Tenho 32 anos, fumei durante 14 anos. Tentei parar várias vezes, conseguindo no máximo ficar 2 meses em abstinência. Atualmente, estou há 3 dias sem o cigarro, pois comecei a sentir dores toráxicas. Parei do nada, nem fiz aquele ritual clássico do ohhhh esse vai ser o meu último cigarro!! Enfim, tive uma nova iniciativa e me sinto motivada, apesar de estar sentindo deficit de atenção. Estou estudando para concursos públicos, e sinto-me tensa sem o cigarro. Alegro-me de ter entrado para a fazer a prova, com abstinência de dois dias! Garra né? Força para todos!



José
– 27/02/2016
Olha só: a minha profissão é Microbiologia Clínica e atuo na área de Bacteriologia e Micologia Médica. Entre tantos materiais biológicos que me enviaram para análise destaco os lavados bronco-alveolares(LBA), a maioria de fumantes com DPOC-doença pulmonar obstrutiva crônica, causada pelo hábito de fumar e esta é apenas uma entre tantas outras. Agora pasmem: mesmo sabedor dos malefícios causados por esse nojento vício eu fumava quase dois maços por dia, pode? Isso durou apenas 35 anos! Apesar disso sempre tive o prazer de praticar esporte e educação física cinco vezes por semana e me alimentava o melhor possível.

Quando fiz 51 anos de idade, resolvi me presentear e parei de fumar. Foi a melhor decisão em favor da minha saúde. Hoje estou com 72 anos e sem nenhum problema de saúde e continuo fazendo os meus exercícios e fico envergonhado quando lembro que fumei durante tanto tempo. Ah, não é pedindo a Deus pra que Ele te ajude a parar de fumar. Você é que tem que decidir. Papai do céu tem o Universo inteiro para cuidar e nós somos apenas menores do quem grão de areia perante o Infinito. Grande abraço e decida-se!


Christiano – 01/04/2016

Olá, tenho 27 anos e fumo a 13, estou começando nessa batalha há 4  dias sem fumar, é dificil, realmente algumas pessoas dizem que sofrer  por amor é a pior coisa que existe, acho quem pensa assim nunca tentou largar o tabaco, meu pulmão parece secar, minha garganta arde e minha mente só pensa num grande e lento trago, passa a “fissura” me sinto o campeão, mas depois a vontade vem mais forte, e se torna esse lumping, realmente se eu vencer, me tornarei uma pessoa mais forte.