Como Lidar com a crise de abstinência do cigarro

1
121
Avalie este post:

Todas as pessoas que param de fumar possuem um efeito colateral, e podem principalmente apresentar a chamada síndrome de abstinência de nicotina ou crise de abstinência do cigarro.

Suas manifestações acabam começando algumas horas depois do último cigarro e atingem os picos em três dias, finalizando em torno de duas a quatro semanas.

A maioria dos efeitos são provocados pela melhora da circulação do sangue no organismo e oferta do oxigênio para todo o organismo.

A partir disto o corpo está reaprendendo a viver sem nicotina, e por isso é natural que o organismo tenha este tipo de reação.

Apesar de parecer desconfortável, a maior parte dos fumantes supera este problema. Controlando manifestações e a sua duração tornando estas mais fáceis de serem encaradas.

Antes de entrarmos no assunto, veja um curto vídeo do Dr. Drauzio Varella e veja o que ele tem a dizer sobre a crise da abstinência de nicotina.

O que é a fissura?

A fissura é uma vontade de fumar quase incontrolável, e dura apenas alguns minutos e com o passar dos dias diminui consideravelmente.

É importante que você possa evitar situações que sejam gatilhos para fumar, como por exemplo os momentos de estresse, e aqueles que você detectou que o levam ao acendimento de um cigarro automaticamente.



  • Quando a vontade de fumar bater, siga algumas orientações a seguir:
  • Procure beber água, de preferência consuma água gelada.
  • Caminhe um pouco todos os dias.
  • Tome um bom banho, respire fundo e tente relaxar.
  • Procure conversar com um amigo, e consuma balas ou goma de mascar sem açúcar.
  • A depressão do humor também pode ocorrer

Ao invés de você se entregar a uma sensação terrível de vazio, baixo astral ou ainda perda por abandono do cigarro, que é companheiro de muitos anos, é interessante que você tenha pensamentos e ações positivas relacionadas a busca de novos objetos de uma nova vida.

Vida esta que será a partir de então saudável e sem cigarros.

deixar-de-fumar

Entre outras manifestações, temos alterações de hábito intestinal, insônia, sonolência, dificuldade de concentração, formigamento nas pernas e nos braços e dores de cabeça.

Existem alguns adesivos e até mesmo pastilhas de nicotina que podem te ajudar na abstinência do cigarro que nada mais é do que a falta dessa substancia no seu organismo.

Esses dois meios podem ser uma “fuga” no inicio para que você consiga se desvencilhar do uso. No entanto, muitos ex-fumantes dizem que o ato de fumar, levar o cigarro a boca também tem muita influencia sobre o organismo.

Por esse motivo, é comum que se continue tirando o cigarro da caixa, colocando entre os dedos e até mesmo levando a boca sem ao menos acendê-lo.

Pouco a pouco, pode-se experimentar o sentimento de dúvida com relação a escolha que foi feita, a falta do cigarro muitas vezes é como a perda de um ente querido.

O processo de perda passa por muitas fases, e para reduzir a duração das fases e superar o processo, procure não perder tempo lamentando a falta de cigarro e vença a crise de abstinência do cigarro.

Realmente, não é fácil parar de fumar, mas com muita força de vontade e certeza da atitude que se está domando, é sim possível se livrar desse hábito.

Se você gostou desse artigo, não esqueça de comentar abaixo e compartilhar essa notícia com seus amigos!


Leia também:  O que você ganha parando de fumar

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta